06 dezembro, 2007

Retrospectiva 2007


Há menos de 20 dias para o Natal e menos de 25 dias para que um novo ano comece,estou aqui pensando em como foi o ano de 2007
Esse ano foi de despedidas,algumas pra sempre ou talvez um até logo,sem previsão de onde,quando e porque.
Outros,apenas xaus,onde por vezes escuto o barulho de um carro entrando garagem adentro ,de surpresa, para almoçar,ou ainda apenas para uma passadinha com direito a dois dedos de prosa.
Esse que hoje vem de visita casou-se, mudou-se para sua nova casa e sua nova família, de lambuja me trouxe uma nora e o mais delicioso presente,que será meu neto que chegará no comecinho do ano que vem.
O mais novo,anda as correrias com tantos projetos ,esta crescido o rapaz,tão bacana,tão cheio de conteúdo e sonhos.
Foi também um ano de aprendizados,onde magoei por impulso e me magoei,justamente por ser impulsiva,mas sobretudo ,foi também a oportunidade de saber e calcular o quanto amigos de bem querer mesmo, são capazes de separar a falha e o ato, do individuo.
Isso me fez mais feliz,pois sei que conto entre meus amigos diletos com GENTE de muito valor.
Ano também especial, pois aprendi a entender, pra perdoar, e, sobretudo ME PERDOAR, ser mais condescendente e menos dura comigo e por consequência com as pessoas que convivem comigo.
Ano em que voltei a acreditar em magia, sim magia, aquela mesma magia, que acreditava quando criança e adolescente.
Quando menina, diziam que o que acontecia na virada do ano, tinha grandes possibilidades de acontecer com frequência durante o ano que se iniciava.
Eu que sempre preferi o Natal, não dei muito bola pra isso até essa ultima virada de ano.
Até então éramos em muitos primos e a farra era boa. Anos depois com os filhos ainda pequenos, minha mãe que adorava uma farra ainda vivia e a família se reunia em volta de mesas cobertas de gostosuras e muitos brindes e pacotes para serem avidamente abertos.
Dessa forma o Natal continuava sendo meu preferido.
Os anos foram passando ,os filhos crescidos, minha mãe já não está entre nós, o casamento já não existe, mesmo assim o Natal continua aqui em casa e sobraram pai, irmãos, ex isso, ex aquilo , os filhos e noras
Já para a virada do ano novo,resolveu-se, que cada um passaria onde quisesse .
Nessa virada de 2006 para 2007 comecei a prestar atenção naquele dizer sobre o que deve acontecer na virada pra acontecer durante o ano.
Aproveito aqui, pra agradecer, aos amigos que confirmaram a amizade, não me julgando, me entendendo e talvez me perdoando,
Aos que acabaram me lendo, uma virada de brilho, luz e confirmação de lendas,sonhos, crendices e esperanças.
Licia

2 comentários:

Carmen (sem filtro) disse...

Lícia, que você tenha um lindo fim de ano. Ao longo de 2007, vim aqui muitas vezes, ganhei pensamentos novos, enfoques diferentes e sua fala sempre atenta e inteligente. A leitora e fã deixa um beijo.

Samurai urbano (Ujio) disse...

Ótimo poder olhar pra trás e ver que viveu momentos especiais... a dois... a três... Desejo a vc´s que o ano próximo seja excelente...
Beijão...