16 abril, 2010

Premonição?

Seria uma premonição?

Quando meninas ,brincando de ciranda
cantamos:

"Ciranda cirandinha (...)
O anel que tu me deste
Era vidro e se quebrou

O amor que tu me tinhas
Era pouco e se acabou".


Depois, bem depois, meninas grandes que somos ,
parece que a história se repete e novamente nos
colocamos nesse ciranda de vidros
quebrados e amor em conta gotas.

Denise

OBS: Se bem ,que é preciso confessar que quando menina,cantava muito mais atirei o pau no gato que ciranda cirandinha, e o gato não era o bichano lá de casa (rindo).

35 comentários:

Marcelo Mayer disse...

este poema é sobre a piada que somos da vida, não uma premonição, propriamente dita.

Chorik disse...

Amiga, amores podem até acabar, mas nossa capacidade de amar jamais.
Bom findi. Bj

Tatiane Lemos disse...

aiq ue coisas belas aqui nesse blog sempre encontro!

Bjs

Denise disse...

Sabe Ma
Depois q postei fiquei me perguntando,podem achar q estou desiludida...e não estou.
Tenho aprendido q só posso controlar e escolher o q vai de mim........o q vem acaba sendo consequencia.

mas noto que já desde meninas.......parece q advinhavamos q nem sempre as coisas seriam lá muito faceis e q haveria reciprocidade no q se dá com o q se recebe.

bem bem bem

é isso

carinho

Denise disse...

Chorik

acredito piamente nisso querido.

minha capacidade para o amor é imensa.......e não seriam aneis de vidro q me desanimariam rsrsrs

apenas,como expliquei pro Marcelo,vejo q as vezes acabamos esperando demais ou tentando controlar o q vem do outro,qdo só o q sentimos pode ser escolha nossa.

carinhos de alguem com uma enorme capacidade para o amor

Denise disse...

Tatiane

Bela é vc querida,com palavras tão gentis.

carinho

Silvia C. Barbosa disse...

E a volta e meia. Que muitas vezes nos leva ao mesmo lugar. Até que aprendemos.

Como gosto desse cantinho todo especial!

Beijos

Denise disse...

Sim Silvia
agente aprende q podemos escolher o q sentir...
é um presente q damos e ter a capacidade de sentir já encerra em si algo maravilhoso,agora o q o outro fara com isso.....já é um problema dele né não ? (rindo)

Lindo demais vc sendo mãe la no seu blog

adorei

afagos de sentir

Dama de Cinzas disse...

É verdade... rs

Bjks

Denise disse...

Achou graça nas traquinagens de eu quando menina né Dama?

Menina do céu,eu era um terror ,e depois qdo mocinha então o q esnobava os meninos.
Não quebrava anel de vidro de ninguem ,mas q destrui muita bolinha de gude,da molecada destrui viu rs.

beijocas querida

ursinha disse...

Já perdir as contas de quantas vezes falei que ia esquecer, já esqueci de contar.
Esqueço e esqueço

OBS: tambem cantava mais a do pau bo gato.
Bjs
ursinha

Pensamento aqui é Documento disse...

O amorm que era vivo, morreu e evaporou. Era amor?

Beijos!

Saudade daqui

Denise disse...

Ursinha e eu que achava que só eu q era terrivel....bem bem bem
Ainda sou rs

carinho

Denise disse...

É Natalia sempre digo que o q muitas vezes nominamos como amor tem todos os nomes....menos AMOR

porque amor transcende

afagos de bem querer

IVANCEZAR disse...

Olha Denise :
Se voce souber lidar com isso tudo, com a mesma irreverência do texto, você será campeã no competitivo trofeu da vida . Beijos meus !

Ana Tapadas disse...

Pois...eo sou mesmo do «atirei o pau ao gato», não conheço a cantiguinha brasileira, menina!
Beijinhos

Alma Inquieta disse...

Olá Denise!

As coisas mudam...:=)!

Que tenhas sempre capacidade de amar de novo... isso sim, é importante!

Um beijo e bom final de semana.

rm disse...

Pior era um moleque (não posso dizer quem) que cantava: atirei NO pau DO gato... rss

Sentimental ♥ disse...

mas eu acho q vale mais a pena qndo estamos crescidas, assim aproveitamos mais e vamos vivendo e aprendendo.
bjs

Sylvia Rosa disse...

Prazer estar aqui e compartilhar c vc, que me fez voltar a infância, e imediatamente à vida real.
"Quem não se amou, não se viveu ainda, né".
Bjs e otimo domingo...

Denise disse...

Ivancezar

Sentir mais q pensar.
Deixar o espirito falar atravez do sentimento,deixando o Ego sobre controle,escorregando vez ou outra,levantando e retornando o caminho.

Esse tem sido meu caminho,se trofeus existirão?
Não sei,o que sinto é q tem sido MUITO bom estar viva e caminhando.

"O importante não é o caminho, mas o caminhar".

bem querer e carinho

Denise disse...

Ana,muitas cantigas infantis mais antigas hoje são cantadas de forma mais positiva e muito mais alegre......prefiro as novas.

mas ha lindas cantigas que fazem parte do folclore brasileiro.
Deixemos os pobres gatinhos em paz não é (meninas malvadas que somos rs)

(rindo)

tem meu carinho

Denise disse...

A.C.
de Alma Inquieta

Amo sempre.
afagos

Denise disse...

RM
Fiquei aqui sorrindo e depois lendo mais e mais vc e sua frase e pensei

há muita coisa implicita nela.

mas mas mas
levando-a apenas ao oiteral que ela aparenta
VC È MUITO MALVADO rs

beijocas

Denise disse...

Sen

e é bom né não?

Viver e não ter vergonha de ser feliz
cantar e cantar
eu sei eu sei
lá lá lá lá lá láaaaa

carinho sempre

Denise disse...

Isso msmo Sylvia
é preciso VIVER_SE

bom demais vc aqui
grata
carinho

Solange Maia disse...

logo depois a letra da canção diz :

"Vamos dar a meia volta.
Volta e meia vamos dar..."

eis que assim é o viver...
a gente sabe disso, e acho que a graça é lidar mesmo com o que vem a seguir...

belíssimo post.
me tocou...


beijo carinhoso

Tatiane Lemos disse...

aaah lindo, muito mesmo!
Que bom q gostaste de meu outro blog, beijos aparece sempre!

Denise disse...

Solange
Voltas e espirais e ascendentes

pq mesmo quando menina,adolescente e jovenzinha,fui e sou uma otimista compulsiva.

adorei que tenha vimdo
grata

Denise disse...

Gente talentosa feito vc Tati,tem q ter varios blogs para divir esse tanto que se é

carinho

Flor ♥ disse...

Ainda bem que sabemos dar a meia volta e a volta e meia!

Bjs.

Denise disse...

Volta e meia vamos dar

linda Flor querida,somos especialista não é mesmo?
sorriso grande e meu carinho a vc

Janaina Amado disse...

Estas cantigas infantis são, sim, ensimamentos para a vida - além de lindas. Como os contos de fadas. Adorei o post.

Denise disse...

Sempre delicioso ter vc aqui Janaina

carinho

Daniel Savio disse...

As vezes sim, mas o que importa é ter coragem para continuar...

Fique com Deus, menina Denise.
Um abraço.