30 abril, 2010

Achados e perdidos

"Meu coração é um barco
que vive ancorado
não quer mais arriscar-se ao vendaval de uma
paixão".
(não agora)
alguém por ai viu
a armadura que estava aqui
não posso ficar sem ela
ainda dói e é preciso proteger-me

Ele disse:
- Fique bem .
eu murmurei:
- Estou tentando ,estou tentando...
(cismando : onde será que coloquei minha armadura?)

Denise



“Da vez primeira em que me assassinaram,
Perdi um jeito de sorrir que eu tinha...
Depois,de cada vez que me mataram,
Foram levando qualquer coisa minha...”

(Mário Quintana)

32 comentários:

Alma Inquieta disse...

Olá Denise!

Há um presente no meu blog que quero partilhar contigo... dessa forma quero que participes da minha alegria... se o desejares leva-o... ficaria muito feliz...!!!

Um beijo.

Alma Inquieta

todavia, mas, porém... disse...

A vida é correr riscos. Apesar de o coração às vezes parecer congelado, quando menos se espera surge algo para tirá-lo da letargia.
Mas a espera...essa espera...
E achei maravilhosa a ilustração do post !

Winny Trindade disse...

Gostei bastante daqui!
Agora faz parte da minha lista!!

Abraço!

Momentos disse...

Pungente este texto...;) bjo

Marcelo Mayer disse...

um tiro no pé, ou no coração

Tânia regina Contreiras disse...

Olha só, acabei de ler em outro blog que "o som dessa paixão desmente o verbo"...e tira as armaduras, mas a poesia é sempre tão palpitante, tome o caminho que tomar. Belos!!

Abraços

Sentimental ♥ disse...

Pra q armadura amore? Viva e deixe viver. Não se 'defenda' de nada, pq é com as quedas q mais aprendemos. coloca só um tampão no ouvido. rs
bjs

comunicadoras disse...

O amor é a coisa mais bela que existe; falta muito, infelizmente na raça humana Às vezes ele doi, fere...vai levando aos poucos os nossos sorrisos...leva tudo de bom que temos em nós; a ferida fica grande, mas acaba por cicatrizar e a gente a clamar para que volte a entrar em nossos corações. Faz falta o amor, seja ele de que espécie for.Gostei imenso, Denise. Um beijinho e parabéns pelo dia das mães ( aqui é no primeiro Domingo de Maio e aí no segundo) Um bom fim de semana e até breve
Emília

manuel marques disse...

Os grandes pensamentos vêm do coração ...

Beijo.

Noe* disse...

Ah, que delícia escutar pela primeira vez Nara Leão numa tarde de sexta feira!
Caio Fernando Abreu sempre citou Nara Leão em seus contos =)
Linda a voz dela!
Amei o post de hoje... Quintana é ótimo também ^^
Beijocas =*

Roberta disse...

Ai De, bem que eu queria também, mas meu coração é mei como do da Clarice Lispector: burro e leviano coração...

Ana Tapadas disse...

Lindo!
bj

Flavio Ferrari disse...

Por mais forte a armadura
sempre há arma que a traspasse
melhor fluída a alma pura
que acolhe o desenlace

Denise disse...

Uma resposta a todos,sempre tão gentiz e delicados:
As vezes tenho medo,e corro achando que ha como se proteger,numa atitude cheia de controversias.
Anseio por aquele q derreta a armadura,e ao mesmo tempo corro a colocar um escafandro para mergulhar em segurança,esquecendo que o mergulho só tem graça,se agente consegue ver toda amplitude do fundo do mar,coisa q um escafandro impediria.
Mas tenho medo,não nego.
Alma(a aniversariante de blog),todavia(o sensivel e observador),Winny( a nova amiga),Momentos(a que descobre as sutilezas),Marcelo(ocerteiro),Tania (sempre sábia),Sen (a corajosa),Emilia(a amorosa e sabida amiga),Manuel(o gentil),Noe (a moça que adora C.F..e é tão sensivel),Roberta a intensa)e Flavio o sensato).
MUITO grata pela presença e pela força,quando acontecer prometo que vencerei o medo,por hora estou apenas e tão somente...aguardando.

afagos a todos

Sentimental ♥ disse...

corajosa???
estou longe disso, mas um dia chego lá.
bjs

Denise disse...

Ah Vai Sen
Agente costuma aconselhar apenas coisas possiveis de serem feitas,aposto que vc mergulharia sem snoker rs

adoro!
Vocezinha rs

Sentimental ♥ disse...

as vezes duvido de mim, mas logo logo passa.
bjs

Denise disse...

O bom é q passa né Sen

tb sou assim.......as vezes .......só as vezes (rindo)

Chorik disse...

A impressão que dá é que nunca vai cicatrizar e, quando menos esperamos, estamos dispostos a novos cortes. Medo dá, mas quando a paixão vem forte o medo muda.
Bj

Gislãne disse...

Nada de armaduras! :)

Cris Teles disse...

que não precisa de uma armadura vez ou outra não é?
Beijo grande!

Denise disse...

Ah Chorik meu candidato rs

(um segredo)
almejo alguem q nem dê bola pra armadura,e venha munido de um abridor de latas (rs)
mas...
Acho que isso é apenas sonho.....não existe isso não.

carinhos de quem anda de bóia rs

Denise disse...

Gis

ok ok ok como num to achando a porqueira da armadura e falar a verdade a tal andava lá pesada demais.....resolvi colocar colete salva vidas e andar com um snoker de sobreaviso..isso pode né? (rindo)
carinhos cheios de folego

Denise disse...

E não é Cris?

carinhos da medrosa rs

Lilian disse...

Ah Denise que coisa linda.
é ás vezes é preciso armar-se para que não levem pedaços de nós.
Um beijo.

Denise disse...

Eu diria que é preciso um minimo de proteção.
Afinal,amar-se é cuidar para que nada possa nos ferir ,não é Liliam?

carinho meu

Daniel Savio disse...

Talvez não precise de uma armadura, mas sim um amigo para te ajudar nestes momentos...

Fique com Deus, menina Denise.
Um abraço.

Denise disse...

Daniel
Amigos são sempre bem vindos,e importantissimos em muitas etapas da cida,eu tenho poucos,porem muito especiais.

afagos

Lice Soares disse...

Seria um grande pecado a existência de paredes, visto que o teu horizonte aqui se apresenta tão lindo.
Parabéns pelo espaço.

Denise disse...

Lice
querida,grata pelas palavras e pela gentileza da visita

as vezes é necessario examinar uma questão e afastar-se dela.

afagos

Sentimental ♥ disse...

poisé, o bom é q passa.
bjs

BRUNA MORAES disse...

Olá Denise... adorei seus textos... seu blog é uma graça, mto gostoso de ler! Parabéns e sucesso! ^^! Seguindo tb! Beijos, seja bem vinda! ( :