30 maio, 2009

Porque sonhei com você

Nem sei bem com que idade você estaria caso estivesse ainda nesse plano, o que sei é que você sempre me pareceu tão jovem e moderna.

Não são mais saudades o que sinto, o sentimento é de recordação, hoje já não dói tanto.

Você é dentro de mim, não há então como não senti-la.

A cada dia que passa mais parecida fico com você.

Vira e mexe eis você em mim, feito aquela música como nossos pais.

Dia desses encostei o rosto no nariz do Deco e advinha, geladinho feito o seu. Lembra mãe que você falava que precisava tricotar uma toquinha de nariz?

Aquele jeito preocupado em receber todos com honras, dizem que herdei de você o saber receber bem, mas você o fazia de um jeito especial.

Tem coisas que por mais que eu tente só você sabia fazer.

Sabe aquela berinjela a parmegiana que você fazia, por mais que eu capriche nunca será como a sua.
E a lazanha de abobrinha então,aquele molho aproveitado das brajolas,cheio de nacos de carne,dava a lasanha um gosto tão especial,ou será que eram suas mãos, todo amor e festa que sempre eram os domingos quando se dispunha a nos fazer engordar.

Dia desses recordando seu jeito e as coisas que ansiava, percebi que muito do que hoje estou vivendo tem um pouco do que você buscava.

Consegui mãe, ando tão em paz, essa "descoberta" de que ser é diferente de estar, me trouxe tranqüilidade para saber q tudo sempre esta dentro de mim. Vez ou outra não estou,mas é só conjugar o verbo na pessoa certa e como um passe de magia,fico sendo e estando.

Lembra que quando perguntada o que preferia se era sucesso ou amor, você dizia que era harmonia o seu ideal de estado, então mãe, acontece e é possível.

A força de caráter que herdei de você é o que sempre me move nessas buscas hoje encontradas pouco a pouco.

Dia desses disseram que trago em mim um pouco de sua braveza, mas nós sabemos que é apenas a primeira impressão não é mãe, lá dentro somos derretidas e doces.

Um dia, há muitos anos atrás, você me dizia: As vezes filha, a atitude de braveza é  medo, ou então usada para assustar os problemas e afugentá-los.

Anos depois compreendi o que quis dizer e isso me fez forte.

Lembro de quando morando fora em uma ligação que te fiz (naquela época era tão complicado conseguirmos nos falar) eu chorava de saudades e relatava a você os problemas que estava passando e você me disse “ei, aposto que esta esquecendo sua função nesse mundo filha, você tem em si amor e força para transmutar todas as energias, e não te criei para ser uma menininha que se acovarda ao primeiro problema".
Criei uma PESSOA que esta se fazendo mulher.

Quando voltei soube que quando desligou o fone caiu na choradeira, e disse ser duro ter que ser dura.

Mas foram justamente todos esses ensinamentos e palavras confirmados por suas ações sempre tão seguras que me fizeram ser o que sou hoje, e ter forças para o que almejo ainda ser.

Foi também tudo isso que quando senti muita dor, consegui não estar tão desprotegida de força e garra.

A vida é assim sabe, nascer, viver e morrer, uma coisa não acontece sem a outra ,e a morte para mim não existe,existe sim apenas uma mudança de endereço e um dia nos visitaremos.

O que espero mãe é que você tenha sempre a certeza que nos ensinou tudo que precisávamos e que esteja tranqüila e em paz nessa sua nova morada, vivenciando suas novas experiências.

Nós aqui estamos bem.

Saiba que o mais importante você nos ensinou que foi o poder de amar.

Acredite, tem gente que não sabe.

Deve ser porque não tiveram a sorte que eu tive de ter uma mãe como você.

Denise
PS. Os meninos estão bem, homens dignos e tão bonitos , também herdaram muito de você ,oque vamos combinar, é uma sorte.

O Deco aposto que adoraria ter uma bisa maneira e animada como você, mas com certeza isso tudo você deve saber, afinal daí onde você esta deve ver tudo isso e sentir-se realizada

28 comentários:

A Língua Nervosa disse...

ah!!! Denise!
chorei...parei pela metade..depois lerei o restante, mas já me deu saudades tb da minha...que foi embora cedo, muito cedo....e eu fiquei me sentindo só sem ela...mesmo com tantas tristezas pelo que passamos...sinto falta..falta Enorme daquele tempo!
e poderia ser diferente? de jeito nenhum....
beijossss
bom final de semana!

RP disse...

Li... e chorei!
É lINDO!

Francisco disse...

Mesmo de forma virtual, agora eu entendo de onde vem o seu carisma, afeto, amor, amizade e caráter.
São coisas que não se compra, e só quem teve uma mãe como a sua, consegue transmitir à família todos esses ensinamentos.
Um grande beijo!

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

"Não sou como a abelha saqueadora que vai sugar o mel de uma flor, e depois de outra flor. Sou como o negro escaravelho que se
enclausura no seio de uma única rosa e vive nela até que ela feche as pétalas sobre ele; e abafado neste aperto supremo, morre
entre os braços da flor que elegeu."

( Roger Martin)

Passando para desejar um final de semana com muito amor e carinho.
Abraços do amigo Eduardo Poisl

Paula disse...

Poxa Denise...que texto mais profundo...pode ter a certeza de que eu tambem voltarei sempre por aqui. Seu blog é ótimo!

Fofa disse...

Falamos tanto disso ontem...
Dessa emoção que algums vezes sentimos ao ler alguns textos.
Esse seu quase me fez afogar no meio das minhas lágrimas.
Ta explicado o porque de vc ser tão especial!

Beijocas da Fofa Zoiuda!

Patrícia Boudakian disse...

eiii. que bom que mostrou sua cara. rsrs adoro saber quem me lê. obrigada. e volte sempre. vou te linkar tb! super bj.

Denise disse...

Vivian
Hoje a energia da saudade foi transmutada pela energia da recordação que aquece e abraça.

que vc consiga ao lembrar trazer junto a vc a energia do amor que existia.

Carinho

De

Denise disse...

RP chorão rs

(adoro gente sensivel)
è pra SORRIR,,eu ao menos sempre o faço quando me lembro dela.

beijo

De

Denise disse...

Fran

Fico feliz que tenha me tornado solo fertil,para ao menos um pouquinho ter absorvido.
Mas ainda tenho MUITO,muito mesmo que aprender.

Beijo de buscadora

De

Denise disse...

Fofa

Boba demais vc...........Só gente especial reconhece especiais rs

(tendeu?)

beijo

De

Denise disse...

Grata Eduardo

Beijo
De

Denise disse...

Patricia
Uma hora ia ser educadinha e entrar na sua casa e me anunciar não é?
beijo

De

meuladocontido disse...

Menina você quer me fazer chorar é?
Tá difícil segurar,nossa que lindas palavras, só amor faz isso, e nossa sua mãe certamente foi muito especial.
Mães são especiais, nos aceitam como somos, sem querer nada em troca


Beijos linda

Denise disse...

Ah sei não Tyna
A minha era exigente pacas .
Nos mostrava o erro e nis fazia acertar,ou ao menos tentar,mas sempre me mostrou que o erro era ação que poderia mudar não era eu,portanto odiava algumas coisas que eu fazia,mas me amava muito.
Tinha uma frase otima que ela sempre falava
Odiei o que fez,e exijo que mude isso,mas amo vc.
Terrivel e lindo né?

beijo

Denise

Paulo Visgueiro disse...

Uma linda homenagem! Aposto que ela também sente um grande orgulho de você!

Bjs

Twilight disse...

Lindo o texto!
Te seguirei tb!
Beijosssss

Denise disse...

Acho que sentiu e ainda sente Paulo.
Certas ligações são eternas e a nossa era desse tipo.
Grata pela visita

De

Bruninha disse...

nossa, seu texto é cativante, inspirador e transparece sentimentos lindos.
adorei seu blog

...

muito obrigada por acompanhar o questão de afinidade. vou segui-la também.

beijinhos

Denise disse...

Twilight
Seus topicos são precisos e certeiros,tão jovem e tão madura parabens viu

Grata pela visita

De

Mauri Boffil disse...

aii....
eu chorei, sua malvada... minha make up!

Dr. Cohen disse...

Mas hoje o povo está tirando para me fazer chorar. Segundo post que eu leio com lágrima no canto dos olhos.

Que lindo, Denise!
Lindo mesmo! S2

Denise disse...

Mauri,não sou malvada...........só malvadinha rs

e se vc chorou é pq é sensível bobo,porem digo a vc sorria,eu adoro e ela vivia sorrindo.

beijo moço sensível

Denise a sensibilizada

Denise disse...

Dr Dr...........chora não...........é motivo para muitos sorrisos nos sabermos sensiveis e emotivos.

se for pra chorar q seja de emoção e alegria

Denise sorridente

[ rod ] disse...

Seu texto é cheio de simbolismo e vivências tão singulares. Formas tão perto e tão longe de nós, por que cabe a ti a vida delas... mas é inegável que é apaixonante ler você em verso e prosa... ler sua verdade desenhada seja metade desabafo... seja metade puramente sincera.

Quão bom é voltar a te encontrar desde o fim do AveSSo ao agora atuante dogMas.

Um bj moÇA,



Novo dogMa:
sanCiono...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Denise disse...

Ro é sempre muito bom encontrar,rever e reconhecer pessoas sejam avessos ou dogmaticos rs

Adorei que tenha vindo

afagos

De

Ricardo Calmon disse...

Olá Denise:

Carta contundentemente doce,à Mater sua,visceral e leve como pluma fosse,digitastes o profundo,em límpidas águas,sonoras e ternas do córrego de cardíaco seu!

Te Amamos,Pessoa Denise!

VIVA VIDA!

Maria disse...

Ai, que é tão gostoso reviver esses momentos que nos ajudaram a construir o que hoje vemos que saiu tão bom...

Beijos sempre, querida!!!