09 janeiro, 2009

lia

Começou como apenas a possibilidade de se compartilhar uma fantasia.

Mas éramos mais que apenas isso.

O que existia acabou, fantasias
quando não bem construídas acabam mais rápido do que poderiam durar caso
fossem cuidadas.

Disso restaram algumas poucas lembranças, alguma
magoa e muito aprendizado.

Mantivemos o bem querer e a
admiração pela capacidade que poucos tem de manter-se dignos, justos, alem de
éticos e cuidadosos quando se aventuram a viver suas fantasias.

E assim a amizade amadurecida e fortificada permaneceu.

Mulher de atitudes fartas, bolachinhas deliciosas e muita atenção na
demonstração de todo bem querer que vem dela.

De um formalismo
irritante, usado às vezes para se proteger, dá vontade de gritar: Ei sou eu!

Ela, assustada pelo grito (risos), logo se solta e mostra a menina-mulher, astuta, faceira e com um humor ácido que dá gosto.

Observadora do que nos vai por dentro, tem cuidados em potencializar
capacidades e o que temos de melhor em nós.

Ela me fez alguém melhor,
porque me espelhei no tanto que se empenha em melhorar como pessoa.

Hoje
é minha amiga mais que querida, alguém que compartilha de minha casa ,de minha família.

Alguém que confio a ponto de dar no seu colo meu pequeno de luz
sorriso, e que lhe sorri como reconhecendo uma pessoa amiga que vale o sorriso.

Sem contar que me deu Chico, que chegou essa semana num lindo
pacote, e tem preenchido algumas horas em que me permito viajar na história, na
vida e nas canções.

Ao me presentear, com Chico, demonstrou seu
olhar sensível, afinal,mudanças enormes merecem ser comemoradas e acompanhadas
por cultura e conteúdo e esse olhar de sentir que poucas pessoas tem,ela teve.



De

3 comentários:

lia disse...

De.... Licia
Sou de poucas palavras, e hoje mais que nunca gostaria de ser capaz de expressar através delas, tudo que abunda em meu coração!
Todas as palavras do seu texto, cada uma delas tiveram um eco profundo no meu coração eminha alegria explodiu em lagrimas!
Partilhar de sua casa conviver com sua famíla receber o abraço gostoso de todos eles, e hoje receber este presente , mostra que fiz a escolha certa.
Eu te dei Chico , e você e deu a certeza de que sou uma pessoa de valor!
Grata pela generosidade do olhar que me enxerga na essência , lá onde importa!
Um abraço carregado de gratidão de respeito e de um bem querer infinito!
lia

básica disse...

A lia...

... a Lia... como eu sempre digo, um tatu cheira o outro, e assim nos cheiramos, e gostamos do que sentimos, mineirês em alta... Sua timidez e delicadeza é quase vista a olhos nus, só não é maior que a capacidade que seu sorriso tem em transbordar meu coração em paz...
Moça de uma simplicidade que admiro... e que tenho o maior bem querer por saber AMIGA...

Anônimo disse...

Essa é a moça dos quitutes,da cachaça que vou buscar pra mim,e do jeito timido?
beijos
Marcos

OBS: Aposto que acertei a avaliação da lia e das anteriores rsrsrs