12 fevereiro, 2010

Basta!

Pouco é menos da metade.
(Adriana Falcão)
Com raiva sou inofensiva,
se fizer mal ,será só a mim.
(não sou perigosa)

Com ódio, apenas a mim faz mal.
(não faço mal a mais ninguem)

Magoada,também não sou perigosa.
Só eu fico dolorida.
(não saio por ai descontando em ninguem)

Sou perigosa e muito ,quando me canso.
e ai...
BASTA!
(uma fera!)

Denise


"O oposto do amor não é o ódio, mas a indiferença." (Érico Veríssimo)

24 comentários:

Marcelo Mayer disse...

viova seu blog
viva sua citação
viva roberto carlos
viva bethania

Jou Jou Balangandã disse...

Fechar um capítulo da nossa vida nem sempre é fácil, mas muitas vezes é necessario.

Tyna disse...

Amo amo amo... nossa toda vez que leio aqui, eu viajo... com esse som então! hm... Linda tá rolando uma promoção em meu blog, te convido a participar...


beijos bom carnaval

Andreia disse...

Olá Denise,
dar um basta nem sempre é fácil,porém você o faz com tanta sensiblidade.
Bethania com esta voz, supera todas as expectativas e nos deixa bem mais leve...
Linda e emocionante teu post!
Hoje vim te desejar um lindo fim de semana e te convidar para participar da minha primeira blogagem coletiva, em comemoração de um ano do Devaneios do Cotidiano. Vai ser dia 17 deste mês,ainda não tive tempo de preparar o post, mas vou fazê-lo no Domingo.
Ficarei muito feliz com tua participação.
Forte beijo na alma querida Denise...

Sentimental ♥ disse...

dar um basta é sempre bom, tira um peso enorme dos ombros...
bjs

Elcio Tuiribepi disse...

A Andreia tem razão...o seu basta foi dado com muita sensibilidade...
Eu já deixo o balde encher tanto que o meu basta é um maremoto...rs
Um abraço na alma...bom feriadão...bjo

Paulo Braccini disse...

é querida ... há momentos na vida que temos q assumir mesmo este nosso lado fera ... parabéns pela atitude ... mesmo q sofrida ...

nada de ódio mesmo ... só a indiferença é o suficiente

bjux

;-)

A Língua Nervosa disse...

a indiferença é sem dúvida a pior vingança que alguém possa ter...porque quando revidamos ainda consideramos, mas quando esquecemos...é coomo se o outro não existisse mais...é duro!
:)bjs

Daniel Savio disse...

Mas sempre pode contar com os amigos para te curar...

Fique com Deus, menina Denise.
Um abraço.

manuel marques disse...

A indiferença é o sono da alma .

beijos.

Maris Morgenstern disse...

bethania me faz feliz

Sônia disse...

E que ninguém duvide!
Mulher de capricórnio é fogo...rs



Um abraço Denise!

Lu Dantas disse...

Essa é uma decisão complicada e dolorida, mas necessária quando sentimos que não fazemos mais a diferença na vida de alguém. Que o carnaval possa lhe devolver um pouco da alegria.

Beijos

Graça Pereira disse...

Quando chega até ao BASTA, já a "fera" está mesmo assanhada...
Beijocas
Graça

Flor ♥ disse...

Lindo... as citações, teu texto... e Betânia é magnífica! Parabéns!

Bjs.

Roberta disse...

Sou assim também.. e quando basta.. basta mesmo!

beijo siamês!

Sandra Timm™ disse...

Você conseguiu, realmente, dar um basta?

Espero que sim, se é isso que vc realmente deseja.

Beijão

Mel disse...

E quando findar o Basta um novo começo fervilhará, pois a vida é assim.
E tem selo lá no Avulsilidades pra ti... mulher decidida, que não fere, mas por vezes sai ferida. =*

comunicadoras disse...

Somos capricornianas...me identifico com todas as suas raivas, os seus ódios, as suas mágoas; sou inofensiva...só me prejudico a mim mesma. Adoro Betânis; um dia fui aqui ao Porto ver Gilberto Gil e Betânia cantando juntos; foi maravilhoso, pois adoro os dois; fui também ver na casa da música, há uns meses Gilberto Gil cantando com o seu filho na equipe dos músicos; adorei. Um beijinho e até breve.
Emília

Hod disse...

Ei Denise,

Essa é a grande chave, podemos virar a própria mesa tantas quantas vezes for necessário. Volte logo amiga,

Bom final de semana.

Hod.

Tyna disse...

Tem selinhos pra vc aqui mas sinta-se a vontade em recusar..

beijos e bom fim de semana

Barbara disse...

Tá na hora de dormir
Não espere mamãe mandar...
Um bom sono, uns bons banhos de alfazema, música, comida boa e que quem te canse se canse de ser.

Udi disse...

A sensação de que tudo foi feito e que podemos, tranquilamente, dar as costas e caminhar ao encontro do que realmente vale a pena.
beijos!

Cristina e Márcia disse...

Amiga,a indiferença destrói nosso sonhos aos poucos...
Beleza de post!!!
Bjs de magia,
Cristina e Márcia