07 maio, 2009

Vingança teu nome é mulher!


Ela passou o primeiro dia empacotando todos os seus pertences em caixas, engradados e malas.

No segundo dia, os homens da transportadora levaram a mudança.

No terceiro dia, ela se sentou pela última vez na bela mesa da sala de jantar, à luz de velas, pôs uma música suave e se deliciou com uns camarões, um pote de caviar e uma garrafa de Chardonnay.

Quando terminou, foi a cada um dos aposentos e colocou alguns pedaços de casca de camarão, besuntados com caviar, nas cavidades dos varais das cortinas.

Depois ela limpou a cozinha e se foi.

Quando o marido retornou com a nova namorada, tudo estava um brinco nos primeiros dias.

Depois, pouco a pouco, a casa começou a feder.

Eles tentaram de tudo:limpando, lavando e arejando a casa.

Todas as aberturas de ventilação foram verificadas à procura de possíveis ratos mortos e os tapetes foram limpos com vapor.

Desodorantes de ar e ambiente foram pendurados em todos os lugares.

A empresa de combate a insetos foi chamada para colocar gás em todos os encanamentos, durante alguns dias, tiveram de sair da casa, e no fim ainda tiveram de pagar para substituir o caríssimo carpete de lã.

Nada funcionou..

As pessoas pararam de visitá-los....
Os funcionários das empresas de consertos se recusavam a trabalhar na casa.
A empregada se demitiu.
Finalmente, eles não suportavam mais o fedor e decidiram se mudar.
Um mês depois, apesar de terem reduzido o valor da casa ,eles não conseguiram um comprador para a casa fedorenta.

A notícia se espalhava e nem mesmo corretores de imóveis locais retornavam as ligações.

Finalmente, eles tiveram de fazer um empréstimo do banco para comprar uma casa nova.

A ex-esposa ligou para o marido e perguntou como andavam as coisas.

Ele disse a ela que estava de mudança, omitindo os problemas.
Ela escutou pacientemente e disse que sentia muitas saudades da casa antiga e que estaria disposta a reduzir a parte que lhe caberia do acordo de separação dos bens em troca pela casa, se houvesse um acordo...

Sabendo que a ex-mulher não tinha idéia de como estava o fedor, ele concordou com um preço que era cerca de 1/5 do que valeria a casa...

Mas só, se ela assinasse os papéis naquele dia mesmo.
Ela concordou e em menos de uma hora, os advogados deles entregavam os documentos.

Uma semana depois, o homem e sua namorada assistiam, com um sorriso malicioso, os homens da mudança empacotando tudo da casa para levar para a sua linda nova casa...........

incluindo os varais das cortinas...

retirado do blog Tantas Palavras

________________°°°°°°________________

Corrompido está o que está por dentro e isso
nos acompanhara seja onde
formos.

Os "varais" são internos.

Há de se cuidar para que não estejam
"podres".

Denise

14 comentários:

Du disse...

Muito interessante esta história. Eu ainda não conhecia e me fez pensar! :)

Obrigada pela visita!

Beijos!

Sedokao Morutaru disse...

bela postagem.

Denise disse...

Du.
Grata pela visita tb.
Sim,certas historias nos fazempensar sobre as escolhas e sementes que semeamos na nossa caminhada.

essa é uma delas.
beijos
De

Denise disse...

Grata pela visita Sedokao

beijo

De

Fernanda disse...

Eu já conhecia o texto, mas foi um prazer reler!

Beijos

meus instantes e momentos disse...

muito bom o texto.`´Otimo blog, gostei daqui.
Maurizio

Blog do Óbvio disse...

Nada como poder refletir um pouco...
Adorei seu blog. Parabéns. Manoel.

Denise disse...

Sempre ao reler estamos num momento de ler "diferente ,não é Fe?

beijos querida

De

Denise disse...

Grata pela visita Manoel,com tempo irei la ver e saborear o seu blog...TODINHO .
beijos

De

Denise disse...

Maurizio

bom que tenha gostado,e muito bom que tenha vindo dizer.

Beijos felizes

De

Solange Maia disse...

Gostei.
Texto prá gente refletir...

Aliás, gosto sempre do que leio por aqui...


Um beijo especial,

Solange

http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

Blue disse...

Oi!

Textos assim nos fazem pensar,
em como a vida pode ser trilhada,
muitas vezes nem percebemos,
o que tem por tras da esquina.

Beijos

Denise disse...

Solange
Tb adoro o cheirinho de eucalipto q encontro lá na sua casa.

beijos

De

Denise disse...

É Blue

è preciso olhar com atenção e manter os olhos sempre prontos a sentir.

beijos

De