25 fevereiro, 2009

Faz-me falta

Sinto muita falta da época em que podia conversar e estar com um numero maior de
pessoas que entendiam o meu gostar por livros ,principalmente os livros usados, daqueles velhos cheirando a mãos que os manusearam com carinho cheio de paginas marcadas e toda uma energias de todos que puderam se encantar com as letras , ideias e historias ali contidas.

Hoje
mesmo quando me aventuro pelos sebos da cidade já não me deparo com aqueles
fissurados em literatura que dariam um dedo por uma hora de prosa.

Confesso que
devido às limitações da minha falta de conhecimento diante de tantos que
conheci, eu faladeira que sou me transformo em uma ouvinte atenta.

O que me faz falta é ter com quem conversar sobre livros que li ou esteja lendo

Pedir explicações, ter outra visão que não a minha que percebo
limitada.

Lembro-me de uma época que nos reuníamos para debater sobre um
livro , ou ainda dos saraus que a Isabel promovia mensalmente.

Hoje me faz falta conversar sobre.

O hábito de ler nos coloca numa espécie de
clubinho seleto e hoje me parece que eles sumiram, ou eu que fiquei fora tempo
demais e os perdi de vista.

Música, literatura, teatro e cinema são o que me
eleva e me faz, mesmo como ouvinte, alguém que gosta do que é.

Denise

10 comentários:

Fernanda disse...

Sabe que eu sinto falta também destas coisas. Os livros usados com aquele cheiro característico são realmente fascinantes.
Mas eu sinto também falta de ter com quem falar, conversar sobre as coisas que gosto e faço. De ouvir, de receber e dar atenção.
Não é só voce que se sente por fora, querida.

Beijos e, linda imagem, como sempre.

lia disse...

De........essa nostalgia gostosa pode e deve ser compensada com novos habitos, mas nada, nenhuma tecnologia substitui o calor da amizade o estar junto a outro ser humano,alguém completamente diferente mas que em certos momentos se fazem iguais, bons habitos nos tornam mais completos essa sua sede de saber de cuidar do espiríto e principalmente de compartilhar sempre encontrará eco em alguém.
Beijos
lia

Licia disse...

Fernanda

Tenho a felicidade de ter poucos mas tão generosos amigos e com tanto conteúdo que estou sempre devedora para com todos,do tanto que recebo.

Quando quiser,te apresento todos eles.
Afagos
De

Licia disse...

Lia querida e linda lia

Se tu soubesse o tanto que agradeço sua força e forma sempre ponderada com que trata as pessoas,sempre respeitando suas escolhas.

Não fosse essa gana,acho q hj não teria a felicidade de ter você entre as minhas mais que queridas.

A nossa "seita" (gargalhadas) conta com vc rs

e eu sempre

Beijos
De

Keth disse...

Me deu uma vontade enorme de realizar algo assim... depois que a internet tomou conta, temos tantas informações e tão pouco filtro... eu tbm sinto falta destes "clubinhos" =)

Anônimo disse...

Deu uma saudades,lembra das quartas dos sebos do cinema e depois do café?
Precisamos marcar novamente.
bjs
"Cris"

De disse...

Keth

Culpa minha que por uns tempos achei que havia coisas mais importantes ,esquecendo-me que TUDO é importante,é apenas uma questão de ajeitar um tempo não é?

Beijos
De

De disse...

Cris

Precisamos mesmo não é?
Ainda bem que podemos ir juntas,assim os que eu não entender ou estiverem em algum idioma que você domine(nada como ter uma amiga poliglota) você me ajuda não é?

Saudades

De

Ariovaldo disse...

O que é que você gosta de ler? Também sou um leitor muito assíduo, e acabo não tendo com quem conversar, trocar idéias. Já trabalhei em sebo. Fico numa espécie de tesão literário quando vou à livrarias. Gosto muito de livros policiais.

ricardo

Denise disse...

Ariovaldo
Creio que na outra encarnação devo ter sido um acaro,adoro livros velhos rs.
Policiais não são minha preferencia,tenho lido menos do que gostaria,mas os ultimos foram castelo de cristal ,Pai e filho ,e o simples porem lindissimo a cabana.

Adorei ter você por aqui.
beijos

Denise