05 novembro, 2008

Caminhante

Saiu para a estrada em um dia de sol.

Percebia em si que não era
feliz,muito menos infeliz.

Poderia fazer a mesma jornada mil vezes,
que tudo sempre teria um começo e um fim

Caso tivesse força ,coragem e desejo poderia
começar tudo de novo.

Nunca porém,do mesmo ponto de partida
e nunca, nunca mesmo,
com o jeito interior com que começou a jornada.


A cada dia mudava...

De

2 comentários:

lia disse...

São as incríveis possibilidades que a mudança trás em si , que nos faz cada vez mais vibrantes como seres humanos , já imaginou a inutilidade da vida se fosse imutável?
Poder mudar dores em prazeres ........
rancores em perdão.......
ausências em presença.......
enfim VIVER BEM!
Beijos Licia
lia

Maria disse...

Todo pasa y todo queda, porque lo nuestro es pasar...
Pasar haciendo camino
Camino sobre la mar...

Belo poema sobre o caminho que se faz ao andar, de Antonio Machado. Cantado por Joan Manoel Serrat, então, é um tesão...

Beijos!!!