26 fevereiro, 2008

Ferias na praia

Ajudada por um tio habilidoso,fabricava castelos de areia,
cheio de entradas secretas,pontes,lagos e até
torres.

Lembro-me bem de uma menina que convidada para participar
da brincadeira ,se recusava e de bico ,ficava ali ,apenas observando,ate que
quando via tudo pronto,simplesmente num ato de pura inveja e maldade com um
balde de água salgada ,ou ainda um simples chute,destruída aquele sonho de
castelo que por vezes tinha demorado a manhã inteira pra ser construído.

No decorrer da vida me deparei com muitas pessoas assim,que por
falta de habilidade,coragem ou capacidade ,observava coisas serem construídas e
sem atinar na possibilidade de aprender e ter também seus castelos,saia em
disparada para destruir os alheios.

Dessa forma fui aprendendo a
construir castelos de argila e concreto.alguns construí sem base ou
estrutura,pontapés ,ou ainda a minha falta de cuidado em estabelecer vigas
fortes ,foram destruídos.mas a vida esta ai para nos ensinar.Hoje fabrico
castelos ,não de areia,nem de argila,mas de cimento,concreto e um bocado de
amor.

Não serão chutes ou baldes de agua salgada que irão
destruí-los.

Denise

Um comentário:

{Alana} disse...

As vezes penso se quem destrói nossos castelos não estará destruindo também a si mesmo. O mal que se faz é cobrado aos poucos pela vida.

{Alana}LK