31 outubro, 2007

Estações

Sou um pouco como a cidade em que vivo
Em uma única semana,passo por todas as estações do ano
Hoje,estou invernal

AS
ESTAÇÕES DA VIDA
 

Tal como a natureza, a vida humana tem as suas estações.

Nossa
existência precisa ser compreendida, também, a partir dos seus contrastes.

Perdas
e danos,
frio e calor, escuridão e brilho, fazem parte das
múltiplas facetas da vida que se renova, que se refaz, e que triunfa vitoriosa,
ainda que, de tempos em tempos, conheça a dor, as derrotas e o sofrimento.

São
as estações da vida, como momentos, necessários, da nossa existência.

Muitas vezes os ventos do outono sopram fortes contra
nós, e, quais folhas, nossos sonhos vão embora, ao sabor dos ventos.

Parece até que a vida vai sendo despedaçada e tudo vai
desmoronar.
Com a chegada do inverno, o frio e a escuridão entristecem a
alma.
O coração reclama de uma lareira e um cobertor.
É a estação da solidão, dos questionamentos
profundos, de agudas crises existenciais.

Tudo parece escuro ao nosso redor.
Queremos algo que nos aqueça a alma e alguém que nos
escute o coração.

Quando tudo
parece perdido, e pensamos não haver mais saídas, a semente começa a brotar.
Nasce no coração uma esperança.

É a vida que ressurge na força dos sonhos e, com
eles, a existência se reveste de cores, outra vez. É a primavera chegando,
trazendo a beleza que pensávamos perdida.

Tudo parece se revestir de um novo sentido, como um
poema de rara beleza.

No tempo certo, o
sol volta a brilhar.

É o verão que está chegando e com ele a luz que
amplia a nossa visão, o calor que aquece nossos sonhos, e a força para
resistirmos aos ventos fortes da dor.

É a vida que
triunfa.


Pr. Estevam Fernandes – do site: http://www.aghatas.zip.net/

Um comentário:

lia disse...

Licia , se precisar estou aqui....
beijos e fique em paz